04
Out 09

No Country for Old Men

2007

 

Realização: Ethan Coen, Joel Coen

Intérpretes:  Tommy Lee Jones, Javier Bardem, Josh Brolin, Woody Harrelson

 

Sinopse

Texas, década de 80. Um traficante de drogas é encontrado no deserto por um caçador pouco esperto, Llewelyn Moss (Josh Brolin), que pega numa mala cheia de dinheiro mesmo sabendo que em breve alguém irá procurá-lo por isso. Logo Anton Chigurh (Javier Bardem), um assassino psicótico sem sentido de humor e piedade, é enviado à sua procura. Porém, para alcançar Moss, ele precisará de passar pelo xerife local, Ed Tom Bell (Tommy Lee Jones).

 

Trailer:

 

 

Adaptação do livro:

 

McCarthy, Cormac, "No Country for Old Men", 2005

 

A crítica

 

“Eis a consagrada obra dos irmãos Coen, vencedora de quatro Óscares da Academia de Hollywood naquela que foi a mais fraca cerimónia, em termos da qualidade dos nomeados, de que tenho memória.

 

«Este País Não é Para Velhos» aborda o tópico violência e o seu lugar na actual sociedade, com um confronto entre personagens cujos ideais e filosofias de sobrevivência pautam-se por caprichos de ordem puramente individualista.

 

Este é um excelente ponto de partida para reflectir sobre a natureza humana e sobre o individualismo que habita no paradoxal projecto que é a Aldeia Global.

 

Mas não obstante o bom argumento e das soberbas interpretações de Javier Bardem e Josh Brolin serem matéria de antologia, fica-se por um lado com a sensação de show off e por outro com uma acção estrangulada pelas intelectualizações que tenta desesperadamente transmitir.”


Paulo Figueiredo, Cinema PTGate

 

“O melhor filmes dos Coen desde FARGO, é aquele que revela o melhor do seu cinema”
Tiago Alves, Jornal de Notícias

 

“(...) perfeita gestão do ritmo narrativo, da tensão dramática e das figuras de estilo.”
Vasco Baptista Marques, Expresso

 

“(...) o melhor filme de Joel e Ethan Coen desde FARGO (...) um empolgante filme-perseguição na paisagem mítica do western, que também uma meditação pessimista sobre a crescente impotência do bem ante o mal.”
Eurico de Barros, Diário de Notícias

 

“(...) um marco na brilhante carreira dos irmãos Coen. Ainda que seja uma fidelíssima adaptação do livro homónimo de Cormac McCarthy, os ingredientes do texto original encaixam na perfeição as idiossincrasias do universo 'Coenesco'”
Ana Markl, Sol

 

Um GRANDE filme.

 

PRÉMIOS:

 

[2008] Ganhou o Oscar: Best Motion Picture of the Year "Scott Rudin" "Ethan Coen" "Joel Coen"
[2008] Ganhou o Oscar: Best Writing, Screenplay Based on Material Previously Produced or Published "Joel Coen" "Ethan Coen"
[2008] Ganhou o Oscar: Best Achievement in Directing "Ethan Coen" "Joel Coen"
[2008] Ganhou o Oscar: Best Performance by an Actor in a Supporting Role "Javier Bardem"
[2008] Nomeado ao Oscar: Best Achievement in Editing "Ethan Coen" (as Roderick Jaynes) "Joel Coen" (as Roderick Jaynes)
[2008] Nomeado ao Oscar: Best Achievement in Sound Editing "Skip Lievsay"
[2008] Nomeado ao Oscar: Best Achievement in Cinematography "Roger Deakins"
[2008] Nomeado ao Oscar: Best Achievement in Sound "Skip Lievsay" "Craig Berkey" "Greg Orloff" "Peter F. Kurland"
 

3/5


28
Set 09

 

2008

 

Realização:Ethan Coen, Joel Coen

Intérpretes:
Brad Pitt, George Clooney,J ohn Malkovich, Tilda Swinton, Richard Jenkins, Frances McDormand

 

Sinopse

No quartel general da CIA, na Virginia, o analista Osborn Cox (John Malkovich) acaba de ser despedido. Osborn não aceita a notícia de forma particularmente pacífica; já a sua esposa Katie (Tilda Swinton) fica possessa, embora não particularmente surpreendida - ela já planeava deixá-lo para se juntar ao marshal Harry Pfarrer (George Clooney). Entretanto, nos subúrbios de Washington D.C., Linda Litzke (Frances McDormand), funcionária do ginásio Hardbodies, não se consegue concentrar no trabalho - vive obcecada pelo objectivo de fazer uma cirurgia plástica. Quando um CD com as memórias de Osborn aparece perdido no ginásio, Linda e o seu colega Chad (Brad Pitt), decidem chantagear o analista para financiar a operação...

 

Trailer:

 

 

A Crítica:

 

“(...) o resultado, entre o thriller e a comédia, é excepcional.”
Marco Oliveira, Premiere

“Os manos Coen regressam com um divertimento doido varrido”
Francisco Ferreira, Expresso

 

“(...) uma intriga policial, grotesca e surreal, que caminha para um labirinto de equívocos e situações cruzadas, hilariantes e desconcertantemente violentas, algo em que os Coen são exímios mestres.”
José Vieira Mendes, Premiere

 

“Para além do rigor milimétrico da «mise-en-scène», tudo passa por uma maravilhosa tribo de actores”
João Lopes, Notícias Sábado

 

“(...) o que sobra a DESTRUIR DEPOIS DE LER em personagens imbecis falta-lhe em coesão, parecendo demasiado escrito para os "números" dos actores.”
Eurico de Barros, Diário de Notícias

 

“(...) não é um clássico que vá ficar como um dos melhores filmes [dos Coen], mas que é melhor do que a maior parte da crítica dá a entender.”
Jorge Mourinha, Público

 

 

OPINIÃO:

 

 

Mais uma excelente comédia bem ao estilo dos irmãos Coen, com excelentes actores que aprecio particularemente.

 

Gostei especialmente da interpretação de Brad Pitt neste filme.

 

Quem aprecia os Coen um filme a ver obrigatoriamente.

 

3/5

publicado por wandinha às 14:56

Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
Daisypath
5 Estrelas
comentários recentes
eu não assisti o filme mais onde o lindo a...
Your content is incredible, can\'t wait for more i...
também é um dos meus favoritos.confesso que adapta...
Este filme é bonito, tanto para a história é muito...
adorei foi o ,elhor filme q eu ja vii
Se o filme não fosse baseado em factos reais eu di...
Um belíssimo filme com imagens fantásticas.
Uma comédia romântica engraçada com um excelente e...
Um comovente filme que nos deixa sem palavras do i...
Simplesmente delicioso!!! Para ver e rever.
blogs SAPO